Fogo na sauna fecha o campo petrolífero mais setentrional do mundo

Postado por Joseph Keefe13 abril 2018

O campo petrolífero mais setentrional do mundo foi fechado na sexta-feira, quando começou um incêndio em uma sauna nos alojamentos da plataforma de petróleo, informou a Eni, a companhia italiana de petróleo que opera o campo.
O campo de Goliat do Ártico está no Mar de Barents, a cerca de 88 quilômetros da costa da Noruega e dentro do Círculo Polar Ártico. A plataforma possui instalações flutuantes de produção, armazenamento e descarga e pode produzir cerca de 100.000 barris de petróleo bruto por dia.
O fogo foi rapidamente apagado, e nenhum membro da tripulação foi ferido, embora alguma fumaça tenha se desenvolvido, disse Eni.
"Todos os procedimentos de segurança funcionaram apropriadamente: a produção foi fechada e a tripulação reunida aos botes salva-vidas", disse a companhia em um comunicado. Eni disse que a plataforma tem uma equipe de cerca de 120 pessoas.
A saída da plataforma continua fechada e ainda não está claro quando será retomada, disse um porta-voz da empresa à Reuters. O porta-voz também disse que é bastante comum as plataformas de petróleo offshore possuírem saunas.
O campo de Goliat teve uma série de problemas e foi fechado várias vezes por causa de falhas técnicas, incluindo uma interrupção de mais de dois meses no final de 2017.

A Eni detém 65 por cento do campo, enquanto a norueguesa Statoil detém os 35 por cento restantes.

Reportagem de Ole Petter Skonnord e Adomaitis Nerijus

Categorias: Acidentes, Acidentes, Clubes P & I, Energia, Energia Offshore, No mar, Operações do Ártico, Segurança marítima, Seguro