Navios de carga colidem perto da Córsega causando derramamento de óleo

Shailaja A. Lakshmi7 outubro 2018
Foto © Duncan Williams, marinetraffic.com
Foto © Duncan Williams, marinetraffic.com

O Ulysse, navio de carga ro-ro operado pelo operador tunisiano CTN, atingiu o navio CLS Virgina, com sede em Chipre, perto da ilha francesa de Corsica, no domingo, sem causar ferimentos, mas provocando um vazamento de combustível de 4 quilômetros. no Mar Mediterrâneo.

De acordo com um comunicado da autoridade marítima francesa, a colisão quebrou um buraco de vários metros no casco de um dos navios, causando o vazamento.

A AP informou que o vazamento criou um rastro de poluição de quase 2 milhas e meia de comprimento e várias centenas de metros de largura, indo da Córsega para o noroeste, em direção ao continente francês e italiano.

O relatório citou autoridades dizendo que eles ainda não haviam identificado o líquido, mas uma fonte próxima ao inquérito disse que provavelmente estava vazando "de um dos tanques de combustível".

De acordo com o relatório da AP, o Ulysse viajava de Gênova, na Itália, para o porto da Tunísia, em Rades, perto de Túnis. A Virgínia não estava carregando nenhuma carga no momento.

Dois navios franceses foram enviados para a área e especialistas foram helicópteros, segundo o relatório da AP. A guarda costeira italiana também enviou uma aeronave para monitorar a operação e três navios para ajudar a conter o vazamento.

O trabalho de limpeza retomará o trabalho na manhã de segunda-feira, quando especialistas decidirão como separar os navios com segurança, disse o comunicado francês.

Categorias: Acidentes, Acidentes, De Meio Ambiente, guarda Costeira, Salvamento