Primeiro navio nuclear do mundo sai de doca seca

13 fevereiro 2020
(Foto: MARAD)
(Foto: MARAD)

O primeiro navio movido a energia nuclear do mundo está retornando a Baltimore, onde fará uma manutenção na Filadélfia.

Na quinta-feira, o NS Savannah começou sua jornada de volta do cais seco, em preparação para o descomissionamento.

Depois de passar os últimos meses no Northeast Ship Repair, passando por inspeção geral, reparos e modificações estruturais, o navio estará de volta em casa no Terminal Marítimo de Canton até sexta-feira.

Embora o último combustível nuclear tenha sido removido do navio há mais de 50 anos, ainda existem componentes da usina nuclear que precisam ser removidos para apoiar seu descomissionamento. Um contrato para descomissionar a usina nuclear da embarcação deve ser anunciado ainda este ano, de acordo com a Administração Marítima dos EUA (MARAD), que possui uma licença emitida pela Comissão Reguladora Nuclear dos EUA (NRC) para possuir e desmontar uma unidade não operacional reator nuclear e usina a bordo do navio.

O único navio mercante movido a energia nuclear construído nos EUA e um dos quatro navios cargueiros movidos a energia nuclear já construídos, o Savannah foi construído na década de 1950 como parte do programa Atoms for Peace do presidente Eisenhower. O navio é agora um marco histórico nacional registrado.

Uma vez desativado, o MARAD determinará o futuro do navio.

Categorias: Embarcações, História, História, Reparação e conversão de navios