Fragata norueguesa quase submersa após colisão

Por Nerijus Adomaitis e Terje Solsvik13 novembro 2018
(Foto: Marinha da Noruega)
(Foto: Marinha da Noruega)

Uma fragata da marinha norueguesa que colidiu com um petroleiro na semana passada ficou quase completamente submersa na terça-feira, apesar dos esforços para salvar o navio naufragado, mostraram fotos tiradas pela Administração Costeira da Noruega.

A situação do navio na costa norueguesa não está, no entanto, a perturbar o terminal de exportação de petróleo do Sture. "Estamos em operação normal", disse uma porta-voz da Equinor, operadora da usina.

O exército norueguês trabalha desde quinta-feira para resgatar o navio, amarrando-o com vários cabos para a costa. Alguns deles haviam quebrado.

"O navio afundou mais um metro e, como resultado, dois fios se quebraram. Eles foram substituídos por dois mais fortes. Trabalhamos até a meia-noite. Depois da meia-noite, percebemos que não era seguro para nossa equipe continuar o trabalho. ", disse Haavard Mathiesen, chefe da operação de salvamento da Agência de Material de Defesa da Noruega.

"Por volta de 06:00 (05:00 GMT), mais fios quebraram e o navio afundou ainda mais. Agora está em águas profundas e estáveis", disse ele em entrevista coletiva.

O navio ficou encalhado na costa oeste da Noruega na quinta-feira passada, depois de colidir com o navio-tanque que havia deixado o terminal de Sture. A instalação foi fechada por várias horas como resultado.

Oito membros da Marinha, de uma tripulação total de 137, ficaram levemente feridos no incidente.


(Escrita por Gwladys Fouché, edição de Susan Fenton e David Stamp)

Categorias: Acidentes, Acidentes, Atualização do governo, Equipamento Marítimo, Marinha, Olho na Marinha, Salvamento