Atualização: Mais de 200 mortos em afundamento de balsas

De Nuzulack Dausen20 setembro 2018

Pelo menos 42 pessoas morreram afogadas quando uma balsa afundou na quinta-feira no Lago Vitória, na Tanzânia, e autoridades do governo temem que o número final de mortos seja superior a 200, disse uma autoridade local.

O comissário do Distrito de Ukerewe, coronel Lucas Magembe, disse à Reuters que a missão de resgate para encontrar sobreviventes do desastre foi suspensa até o amanhecer de sexta-feira, com 42 pessoas confirmadas mortas.

As estimativas iniciais mostraram que o MV Nyerere transportava mais de 300 pessoas a bordo. Ele desceu na parte da tarde a poucos metros da doca no distrito de Ukerewe, de acordo com a agência de serviços de balsas locais TEMESA.

Mas era difícil estabelecer o número exato de passageiros a bordo, já que a pessoa que distribuía os ingressos também se afogara com a máquina registrando os dados perdidos.

A porta-voz da TEMESA, Theresia Mwami, disse que a operadora realizou manutenção no ferry nos últimos meses, revendo dois motores.

Em 1996, um desastre de balsa no Lago Vitória, na mesma região, matou pelo menos 500 pessoas.

Em 2012, pelo menos 145 pessoas morreram em um desastre de balsa no arquipélago semi-autônomo de Zanzibar, na Tanzânia, no Oceano Índico, em um navio que estava superlotado.


(Reportagem de Nuzulack Dausen; Reportagem adicional de George Obulutsa; Escrita por Maggie Fick; Edição de Richard Balmforth)

Categorias: Acidentes, Acidentes, Ferries, Ferries, Litoral / Interior, Navios de passageiros, Segurança marítima